1. Home
  2. Especialidades Médicas
  3. São Paulo
  4. Hérnia e Parede Abdominal

Hérnia e Parede Abdominal

telefone São Paulo (11) 3394-5007

Destaque Marketing

Sobre o nosso núcleo

Somos um grupo de cirurgiões de diferentes especialidades que interage com diversos núcleos da Instituição para discutir e propor aos pacientes o que há de mais acessível as diferentes condutas frente aos desafios da doença herniária, da mais concisa e restrita à mais exigente e complexa acometendo as pessoas.

O Núcleo de Hérnia e Defeitos da Parede Abdominal é um dos poucos no Brasil e talvez no mundo com tanto tempo de história e que tenha recebido tantos nomes e profissionais que fizeram e fazem história nas doenças da parede abdominal.

Endereço e horários

Hospital Sírio-Libanês Bela Vista
Rua Dona Adma Jafet, 115
Núcleo de Medicina Avançada
Bloco E - 4º andar

Horário de atendimento
Segunda a sexta: 8h às 19h

Contato

telefoneSão Paulo (11) 3394-5007

Equipe

Nossa equipe é altamente especializada em cada área de atuação.

Equipe

Nossa equipe é altamente especializada em cada área de atuação.

Coordenador
Dr. Ricardo Zugaib Abdalla
CRM 55753

Comissão Diretora
Dr. Rodrigo Biscuola Garcia
CRM 117262

Dr. Thiago Nogueira Costa
CRM 135222

Equipe Médica
Dr. Ricado Zugaib Abdalla
CRM 55753

Dr. Rodrigo Biscuola Garcia
CRM 117262

Dr. Thiago Nogueira Costa
CRM 135.222

Profissionais não Médicos
Instrumentadora
Valdelice dos Santos Lima

Coordenador
Dr. Ricardo Zugaib Abdalla
CRM 55753

Comissão Diretora
Dr. Rodrigo Biscuola Garcia
CRM 117262

Dr. Thiago Nogueira Costa
CRM 135222

Equipe Médica
Dr. Ricado Zugaib Abdalla
CRM 55753

Dr. Rodrigo Biscuola Garcia
CRM 117262

Dr. Thiago Nogueira Costa
CRM 135.222

Profissionais não Médicos
Instrumentadora
Valdelice dos Santos Lima

Cirurgia da Hérnia Inguinal aberta

  • Com reparação tecidual (sem uso de próteses)
    Quando da não necessidade de uso de próteses ou comum acordo com o paciente na não utilização de implantes nas regiões inguinais, escolhemos a técnica descrita por Shouldice.

  • Com uso de próteses (implantes)
    O tratamento cirúrgico das hérnias inguinais, utilizando-se próteses dos mais diversos tipos, caracteriza-se pela baixa morbidade e rápida recuperação pós operatória, com retorno quase imediato do paciente às suas atividades normais. Entre as técnicas abertas destacam-se as técnicas de Gilbert, Trabucco e Lichtenstein, sendo esta última a mais difundida pelo mundo.

Além dessas, o procedimento apresenta outra grande vantagem, que é a previsão de custos, com pequena variação de caso para caso, graças à obediência a protocolos para o consumo de materiais, como prótese e fios, além dos anestésicos e outros medicamentos. O tempo de ocupação das salas de cirurgia é também abreviado, quando se utiliza próteses e a equipe é bem treinada no tratamento desta doença.

Esta técnica oferece conforto ao paciente, com baixa permanência hospitalar, permitindo maior rotatividade de leitos, tornando o agendamento mais facilitado, e a um custo conhecido, condições fundamentais para nossa realidade econômica.

A implementação do Centro permitirá o atendimento global às exigências de qualidade no tratamento de tais pacientes.

Cirurgia da Hérnia Inguinal aberta

  • Com reparação tecidual (sem uso de próteses)
    Quando da não necessidade de uso de próteses ou comum acordo com o paciente na não utilização de implantes nas regiões inguinais, escolhemos a técnica descrita por Shouldice.

  • Com uso de próteses (implantes)
    O tratamento cirúrgico das hérnias inguinais, utilizando-se próteses dos mais diversos tipos, caracteriza-se pela baixa morbidade e rápida recuperação pós operatória, com retorno quase imediato do paciente às suas atividades normais. Entre as técnicas abertas destacam-se as técnicas de Gilbert, Trabucco e Lichtenstein, sendo esta última a mais difundida pelo mundo.

Além dessas, o procedimento apresenta outra grande vantagem, que é a previsão de custos, com pequena variação de caso para caso, graças à obediência a protocolos para o consumo de materiais, como prótese e fios, além dos anestésicos e outros medicamentos. O tempo de ocupação das salas de cirurgia é também abreviado, quando se utiliza próteses e a equipe é bem treinada no tratamento desta doença.

Esta técnica oferece conforto ao paciente, com baixa permanência hospitalar, permitindo maior rotatividade de leitos, tornando o agendamento mais facilitado, e a um custo conhecido, condições fundamentais para nossa realidade econômica.

A implementação do Centro permitirá o atendimento global às exigências de qualidade no tratamento de tais pacientes.

Vídeo Cirurgia

A Hérnia inguinal vídeo endoscópica apresenta bons resultados na literatura, com retorno precoce às atividades, pouca dor no pós-operatório. É recomendada em hérnias inguinais bilaterais, recidivadas, hérnia do esportista, hérnias em pacientes com grande atividade física, hérnias complexas e/ou de difícil avaliação.

Além disso a videocirurgia proporciona tratamento concomitante de outras patologias intra-abdominais, pela mesma via de acesso, com segurança e resultado para o paciente.

No tratamento das outras Hérnias da parede abdominal a videocirurgia também pode ser utilizada com melhores resultados quanto a infecção do sítio cirúrgico se comparada ao tratamento aberto destas afecções. Hoje é possível o tratamento laparoscópico de Hérnias umbilicais complexas, incisionais, lombares, inclusive com possibilidade de fechamento do defeito, reconstituição da função abdominal e boa qualidade de vida no pós-operatório.

Vídeo Cirurgia

A Hérnia inguinal vídeo endoscópica apresenta bons resultados na literatura, com retorno precoce às atividades, pouca dor no pós-operatório. É recomendada em hérnias inguinais bilaterais, recidivadas, hérnia do esportista, hérnias em pacientes com grande atividade física, hérnias complexas e/ou de difícil avaliação.

Além disso a videocirurgia proporciona tratamento concomitante de outras patologias intra-abdominais, pela mesma via de acesso, com segurança e resultado para o paciente.

No tratamento das outras Hérnias da parede abdominal a videocirurgia também pode ser utilizada com melhores resultados quanto a infecção do sítio cirúrgico se comparada ao tratamento aberto destas afecções. Hoje é possível o tratamento laparoscópico de Hérnias umbilicais complexas, incisionais, lombares, inclusive com possibilidade de fechamento do defeito, reconstituição da função abdominal e boa qualidade de vida no pós-operatório.

Vídeo cirurgia robótica

Quando da necessidade de maior empenho técnico na correção dos defeitos da parede abdominal em alguns casos faz-se necessário o uso de instrumentos sofisticados como os da robótica, que permitem um preparo anatômico mais delicado para sua reconstrução mais adequada proporcionado pelas propriedades dos braços mecânicos do robô cirúrgico.

Vídeo cirurgia robótica

Quando da necessidade de maior empenho técnico na correção dos defeitos da parede abdominal em alguns casos faz-se necessário o uso de instrumentos sofisticados como os da robótica, que permitem um preparo anatômico mais delicado para sua reconstrução mais adequada proporcionado pelas propriedades dos braços mecânicos do robô cirúrgico.

Cirurgias de Hérnia de Maior Complexidade

Em casos de hérnias recidivadas o modelo apresentado também está protocolado e sob premissas idênticas. Devido à maior complexidade desses procedimentos, o custo pode ser mais elevado, se comparado ao procedimento de rotina, porém os benefícios são os mesmos do conceito de mínima invasão: menor tempo de internação, restabelecimento precoce, menor índice de complicações locais, menos infecção, menos sangramento, menor consumo de analgésicos pós-operatórios. Nas hérnias epigástricas, umbilicais e femorais, algumas de difícil diagnóstico, a relação custo-benefício é ainda mais favorável.

Nas hérnias incisionais, desde que não localizadas na linha mediana, e naquelas que não se enquadram em protocolos de perda de conteúdo abdominal, poderá ser empregada a vídeo cirurgia, que apresenta também resultados amplamente satisfatórios, com todas as vantagens anteriormente citadas, dadas as características do procedimento.

Nas Hérnias ventrais com perda de conteúdo abdominal, pode-se lançar mão de artifícios que possibilitam correção satisfatória, com restabelecimento da qualidade de vida. O grupo tem experiência no uso de próteses separadoras de tecidos, pneumoperitôneo pré- operatório, separação de compoentes (laparoscópica ou aberta).

Cirurgias de Hérnia de Maior Complexidade

Em casos de hérnias recidivadas o modelo apresentado também está protocolado e sob premissas idênticas. Devido à maior complexidade desses procedimentos, o custo pode ser mais elevado, se comparado ao procedimento de rotina, porém os benefícios são os mesmos do conceito de mínima invasão: menor tempo de internação, restabelecimento precoce, menor índice de complicações locais, menos infecção, menos sangramento, menor consumo de analgésicos pós-operatórios. Nas hérnias epigástricas, umbilicais e femorais, algumas de difícil diagnóstico, a relação custo-benefício é ainda mais favorável.

Nas hérnias incisionais, desde que não localizadas na linha mediana, e naquelas que não se enquadram em protocolos de perda de conteúdo abdominal, poderá ser empregada a vídeo cirurgia, que apresenta também resultados amplamente satisfatórios, com todas as vantagens anteriormente citadas, dadas as características do procedimento.

Nas Hérnias ventrais com perda de conteúdo abdominal, pode-se lançar mão de artifícios que possibilitam correção satisfatória, com restabelecimento da qualidade de vida. O grupo tem experiência no uso de próteses separadoras de tecidos, pneumoperitôneo pré- operatório, separação de compoentes (laparoscópica ou aberta).

Conheça o Núcleo de Hérnia e Parede
Abdominal do Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo.

Perguntas Frequentes

Por Dr. Ricardo Zugaib Abdalla

O modelo assistencial prevê o tratamento de todos os defeitos da parede abdominal, com qualidade e eficiência, independentemente do nível de complexidade. Proporcionamos ao paciente retorno rápido as suas atividades, com melhoria na qualidade de vida, a um custo compatível e pré-estabelecido. É importante lembrar o conceito do núcleo com experiência e dedicação no tratamento de determinada doença, que permite melhor resolução com menor índice de complicações e menor custo para hospitais, fontes pagadoras e pacientes. A experiência clínica (assistencial) dos médicos participantes aliada ao conhecimento científico, capacita o Núcleo a oferecer treinamento na execução dos protocolos de atendimento, bem como à realização de programas de educação médica continuada, reunião de complicações e óbitos, discussão de artigos, essenciais para o aprimoramento profissional.

As hérnias da virilha são as mais comuns, 80% de todos os tipos e são conhecidas como hérnias inguinais. Elas se apresentam como inguinal ou femoral, dependendo da sua localização mais exata. Ambas acontecem através de pontos fracos da parede do baixo ventre, os mesmos locais através dos quais vasos sanguíneos e nervos vão para as coxas e genitais. Algumas aparecem para frente, como um “broto”, abaulamento da pele, no baixo ventre e outras apontam para baixo, em direção da raiz da coxa ou para dentro do escroto. As hérnias acontecem com maior frequência no sexo masculino, mas também estão presentes nas mulheres.

O restante das hérnias (20%) aparecem em outras posições na barriga ou do tronco ao lado da coluna e podem ser resultado de cirurgias com comprometimento de sua cicatrização.

São as que ficam junto ao umbigo, através dele ou próximo a cicatriz umbilical.
Podem ser resultado de cirurgias com comprometimento de sua cicatrização.

São encontradas nas incisões abdominais, cortes de operações prévias, por motivos diversos, como locais de drenos, pontos cirúrgicos, nas mais diferentes situações.
Podem ser resultado de cirurgias com comprometimento de sua cicatrização.

Ocorrem na linha do meio do abdome, normalmente acima do umbigo até bem próximo dos ossos do tórax.

Spigeliana: são as hérnias que estão na borda de fora dos músculos retos do abdome, duas cintas largas da parede abdominal anterior, que formam a proteção muscular da barriga a partir das costelas até a pelve.
Hérnia de hiato: as hérnias que não vemos, mas atravessam os músculos respiratórios de diafragma e podem causas queixas digestivas.
Litre: surgem na parte posterior do abdome, próximas a coluna vertebral.

Blog do Sírio-Libanês