“Falsa miopia” pode ser provocada por uso de celular em excesso

Centro de cardiologia; Check-up
Fonte: Dr. Newton Kara José Junior, oftalmologista no Hospital Sírio-Libanês e professor livre-docente da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP)
Publicado em 06/05/2016

​​7 de maio é o Dia Nacional do Oftalmologista

Essa data teve origem em 1930 com a fundação da Sociedade de Oftalmologia de São Paulo, e tem por objetivo homenagear o profissional responsável pelo estudo, cuidado e prevenção de doenças ligadas ao sistema ocular.

Curiosidades sobre a profissão:

  • O registro mais antigo de um procedimento oftalmológico refere-se a cirurgias de catarata feitas com espinhos e gravetos em 2500 a. C., em algumas regiões da Índia.
  • O primeiro par de óculos foi criado em 1270, na Alemanha, mas foi a Itália que se consagrou como a inventora dos óculos, já que os vidreiros de Veneza eram os únicos que sabiam fabricar vidros transparentes.
  • A oftalmologia foi um dos primeiros ramos da medicina a ser reconhecido como especialidade independente e é uma das profissões que mais recebe atualizações tecnológicas.

Os brasileiros passam cada vez mais tempo na internet. Segundo a Pesquisa Brasileira de Mídia, elaborada pela Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República, a média diária de navegação em 2015 foi de 4h59 durante os dias de semana e 4h24 nos finais de semana. Isso representa, respectivamente, 1h20 e 40 minutos a mais do que em 2014. Esse aumento de tempo em frente aos computadores, celulares e tablets tem provocado, no entanto, alguns problemas de saúde, como a “falsa miopia” – um tipo de contração em excesso dos músculos dos olhos.

A "falsa miopia" se apresenta com sintomas de visão embaçada para longe após horas forçando a vista com imagens próximas.

Segundo explica o dr. Newton Kara José Junior, oftalmologista no Hospital Sírio-Libanês e professor livre-docente da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP), nossos olhos têm uma musculatura responsável pela acomodação visual e, quando queremos enxergar de perto uma imagem, como uma palavra específica num texto, por exemplo, esses músculos se esforçam para encontrar o foco.

Até os 40 anos de idade, geralmente, essa musculatura segue forte, mas depois dessa faixa etária a tendência é que ela passe a perder força progressivamente, como qualquer outro músculo, e comece a ter problemas para encontrar o foco. "Isso é conhecido como vista cansada (presbiopia) e tem como sinais a dificuldade de ler de perto", comenta o dr. Kara José Junior.

Nas pessoas que têm hipermetropia, porém, esse desgaste nos músculos que fazem a acomodação visual pode começar antes dos 40 anos de idade, geralmente na juventude, provocando assim a "falsa miopia".

Isso ocorre porque a hipermetropia por si só já é um tipo de dificuldade de enxergar de perto, pois o olho é um pouco menor do que o normal, o que provoca uma focalização errada da imagem que se forma após a retina. Sendo assim, para focar imagens de perto, as pessoas com hipermetropia acabam fazendo um esforço exagerado e podem sofrer espasmos nessas musculaturas. "Os músculos contraem e a visão permanece focada para perto e, consequentemente, embaçada para longe, dando a falsa impressão de miopia", explica o oftalmologista.

O diagnóstico da "falsa miopia", no entanto, deve ser feito por um médico oftalmologista, que irá fazer uma avaliação completa dos olhos, descartando ou não a presença da "miopia verdadeira". Esse tipo de distúrbio visual ocorre quando o olho é mais longo do que o normal, o que faz com que os raios de luzes sejam focados muito antes na retina, prejudicando assim a visão de longe.

Os cuidados contra a "falsa miopia" geralmente envolvem o uso de colírios e óculos para perto, enquanto que da miopia e da hipermetropia podem englobar, além de lentes corretivas (óculos e lentes de contato), cirurgias reparadoras à laser.

Dicas para evitar a "falsa miopia" e outros problemas oculares

  • Mantenha a tela do computador na altura da linha dos olhos ou um pouco abaixo
  • Se possível, faça pausas no uso do computador a cada meia hora ou uma hora
  • Após horas no computador, evite utilizar celulares e tablets
  • Dê preferência aos monitores com alta resolução
  • Diante de vista embaçada, procure um oftalmologista

O Hospital Sírio-Libanês conta em seu corpo clínico com oftalmologistas especializados no diagnóstico e no tratamento das mais diversas doenças oculares, assim como profissionais especializados em cirurgias nos olhos.