Entenda por que obesidade e diabetes são fatores de risco para o câncer

Oncologia
Fonte: Prof. dr. Paulo Marcelo G. Hoff, diretor-geral do Centro de Oncologia do Hospital Sírio-Libanês
Publicado em 07/02/2017

A obesidade é considerada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) um dos maiores problemas de saúde pública no mundo. A projeção é que, em 2025, cerca de 2,3 bilhões de adultos estejam com sobrepeso; e mais de 700 milhões, obesos. Se as previsões se concretizarem, a quantidade de pessoas com excesso de peso se tornará maior do que a de fumantes, atualmente estimada em 2 bilhões pela OMS.

Com essa mudança, a obesidade tende a se tornar o maior fator de risco modificável, ou seja, aquele que podemos prevenir, em relação ao câncer, afirma o diretor-geral do Centro de Oncologia do Hospital Sírio-Libanês, o prof. dr. Paulo Marcelo G. Hoff.

A obesidade (índice de massa corporal [IMC] maior de 30 kg/m2calcule seu IMC) pode ser considerada fator de risco para o desenvolvimento de tumores devido a vários fatores. “Os tecidos gordurosos agem no organismo modificando, de diferentes maneiras, a replicação celular. Além disso, é comum observarmos em pessoas obesas uma alimentação longe da ideal e um alto grau de sedentarismo”, explica o dr. Hoff.

Além da obesidade, outro problema que parece estar relacionado ao maior risco de câncer é o diabetes, que afeta aproximadamente 422 milhões de pessoas ao redor do mundo, segundo a OMS.

Para explicar os riscos que a obesidade e o diabetes podem trazer na formação de tumores, preparamos o infográfico abaixo:

Entenda por que obesidade e diabetes são fatores de risco para o câncer