Segurança no Uso de Medicamentos

​​​​​​​​​O que é?

Falhas no processo de medicação é um problema frequente em centros hospitalares de todo o mundo. A principal delas envolve a administração equivocada de medicamentos relacionada à dose, via de administração e tipo de droga.

O programa de segurança no uso de medicamentos do Hospital Sírio-Libanês envolve o conceito dos cinco certos:

  • Paciente
  • Medicamento
  • Dose
  • Via
  • Horário

Nosso resultado é monitorado por meio do indicador de falha no processo de medicação que causou dano ao paciente. O processo de uso de medicamentos na instituição é eletrônico. Barreiras foram desenvolvidas com o objetivo de se evitar falhas desde a prescrição até a administração. Nesse processo, a identificação do paciente – feita por pulseira com código de barras – é primordial. Além disso, orientamos que os medicamentos trazidos pelo paciente sejam entregues à equipe de enfermagem.

O que medimos?

No indicador, consideramos a incidência de falhas no processo de administração de medicamentos que causaram algum tipo de dano ao paciente (leve, moderado ou grave). A meta estabelecida de 1,0 é baseada em dados de série histórica institucional. Nesse índice, considera-se o tempo de internação do paciente como determinante do risco.

Incidência de eventos com dano ao paciente internado no processo de uso de medicamentos.

Incidência de eventos com dano ao paciente internado no processo de uso de medicamentos, no Hospital Sírio-Libanês em comparação com a meta da instituição

Até o presente momento não foram evidenciados indicadores internacionais/nacionais para comparação.

Consideramos no indicador todas as falhas no processo de administração de medicamentos que causaram algum tipo de dano ao paciente internado (leve, moderado ou grave). Levando em consideração o total de medicamentos prescritos, essas falhas representam um índice de apenas 0,01%. Desenvolvemos programas multiprofissionais para melhorar, de forma contínua, esse processo.

É importante ressaltar que todas as falhas são abordadas prontamente, com o objetivo de correção e prevenção de danos ao paciente. O Hospital Sírio-Libanês tem a convicção de que mudanças implantadas promovem maior segurança para os pacientes.

O que você pode fazer para melhorar esse processo?

A segurança no uso de medicamentos inclui a checagem da identificação do paciente com a prescrição médica.

Fique atento à realização desse passo: ele pode acontecer eletronicamente (bipagem do código de barras, no leito) ou manualmente (confirmação dos dados da pulseira com o prontuário).

Informe à equipe os medicamentos de uso habitual e não tome qualquer medicamento sem a devida prescrição médica.

Esclareça suas dúvidas com os profissionais de saúde que estão lhe atendendo. Isso pode evitar falhas. Participe desse processo.


Conheça outras metas:

​​​​​