O prazer em ajudar o outro

Voluntariado

​​​​​​​​​​​​Missão do voluntariado

Contribuir para a melhor adaptação dos pacientes e acompanhantes no ambiente hospitalar por meio de apoio, carinho, atenção e disponibilidade com calor.

​O trabalho voluntário está na essência da criação da Sociedade Beneficente de Senhoras e sempre esteve presente nas atividades do Sírio-Libanês. A partir de 1980, essa filosofia ganhou força com a criação do Serviço de Voluntários, focado no atendimento de pacientes, acompanhantes e familiares.

O serviço é oferecido no Sírio-Libanês e nos projetos de responsabilidade social da instituição. Tem por objetivo melhorar o bem-estar dos pacientes por meio de apoio, orientação, calor humano e, principalmente, disposição em doar-se.

“O trabalho voluntário é amplamente transformador”, resume Vivian Abdalla Hannud, presidente da Diretoria de Senhoras. “Além de mudar o meio, ajuda a melhorar a vida de quem o exerce, pois nada é mais recompensador do que o exercício da cidadania.”

O que fazem os voluntários?

​Ajuda que não tem preço

“Minutos antes de eu passar pela minha primeira quimioterapia, uma voluntária veio até mim, segurou forte na minha mão e disse: ‘vai dar tudo certo’. Aquilo me deu uma força enorme. A partir daquele momento, senti que tudo ia realmente dar certo.”
Telma Maria Laresi Dragone, ex-paciente e hoje voluntária

“Quando a gente se cura de uma doença, a tendência é tentar esquecer dos momentos difíceis que passamos,. Mas, ao me tornar voluntária, passei a fazer disso um momento de prazer e de ajuda ao próximo.” ​
Regina Helena Padovan, voluntária

​Mais de 220 voluntários ajudam a transformar a realidade hospitalar, acolhendo com respeito as pessoas que frequentam a instituição. Sempre vestidos com avental rosa ou caqui, os voluntários fazem o trabalho de acolhimento, dando apoio assistencial aos pacientes e visitantes.

Eles atuam em diversas áreas da instituição: Centro de Diagnósticos, Pronto Atendimento, Centro de Oncologia, UTI, Banco de Sangue, Pediatria e nos projetos de responsabilidade social do Ambulatório de Especialidades em Pediatria, Abrace seu Bairro e Ambulatório de Filantropia, entre outras. Alguns deles trabalham na livraria e na loja de conveniência, cuja renda é revertida para a área de responsabilidade social.

Estão também nas unidades do Sírio-Libanês do Itaim e em Brasília e no Hospital Municipal Infantil Menino Jesus, em São Paulo.

Para cada paciente, os voluntários definem a melhor maneira de aproximação. Alguns oferecem balas para iniciar uma conversa. Outros, jornais, revistas ou palavras cruzadas. 

Os voluntários orientam e acompanham os pacientes pelas diferentes alas. Jogam dominó, brincam de quebra-cabeças e contam histórias para ajudá-los a se entreter e a diminuir a tensão do ambiente hospitalar. 

​​​