Comando para Ignorar Faixa de Opções
Ir para o conteúdo principal
Logon
X

Horários de funcionamento das unidades no feriado 21/04/2017

Unidades em São Paulo

Unidade Bela Vista

  • Hospital e Pronto Atendimento: 24 horas
  • Laboratório Clínico: 06h30 às 18h30
  • Raio X: 08h00 às 18h00
  • Exames Agendados: 07h00 às 18h00*
  • Central de Laudos: 08h00 às 13h00
  • Centro de Imunizações: Fechado

* Conforme disponibilidade da agenda

Unidade Itaim

  • Laboratório Clínico: 06h00 às 14h30
  • Raio X: 07h00 às 12h30
  • Exames Agendados: 06h00 às 13h00*
  • Central de Laudos: 07h00 às 13h00

* Conforme disponibilidade da agenda

Unidade Jardins

A unidade estará fechada

Unidades em Brasília

Unidade Asa Sul

  • Procedimentos Agendados: 08h00 às 16h00

Unidade Lago Sul

A unidade estará fechada

Centro de Diagnóstico
da Unidade Asa Sul

A unidade estará fechada

Hospital Sírio-LibanêsImprensaNotíciasGordofobia faz tão mal à saúde quanto o excesso de peso

Notícias

Gordofobia faz tão mal à saúde quanto o excesso de peso

Publicado em 10/02/2017

Acreditar nos estigmas sociais que rondam a obesidade é mesmo mais sério do que se imagina, afirma estudo realizado pela Universidade da Pensilvânia, no Estados Unidos. A conclusão é baseada no resultado dos exames de 159 adultos com excesso de peso.

Em resumo, os que manifestaram complexo de inferioridade por causa da aparência tinham um risco três vezes maior de desenvolver problemas que desregulam o metabolismo e seis vezes maior de ter altas taxas de triglicérides (placas de gordura que congestionam as artérias) no sangue. Infelizmente, esses voluntários não são minoria.

"Estamos condicionados a associar pessoas obesas à falta de amor próprio", alerta o psicólogo Yuri Busin, diretor do Centro de Atenção à Saúde Mental – Equilíbrio (CASME), em São Paulo. "Internalizar essa ideia de que estar obeso é sinônimo de ser preguiçoso, incapaz e pouco atraente abala o estado emocional, o que favorece, por exemplo, a depressão e a ansiedade", completa.

E são justamente esses sentimentos negativos que prejudicam o organismo. "Há evidências de que o desequilíbrio de hormônios e neurotransmissores associados ao estresse pode causar inflamações, sobrecarregar o coração e disparar a fome emocional", diz Renato Zilli, endocrinologista do Hospital Sírio-Libanês, na capital paulista.

Nesses casos, vale a pena dar uma chance ao divã a fim de trabalhar essas questões. Investir na prática regular de atividades físicas é outra boa alternativa. Perda de peso à parte, é cientificamente comprovado que por o corpo em movimento estimula a produção de endorfina e serotonina, substâncias ligadas às sensações de prazer e bem-estar. E estar bem consigo mesmo é o que realmente importa.

 

Fonte: www.agoramt.com.br

Assunto(s): Bem-estar; Notícias; Saúde
  • ​​​​​​Assessoria de Imprensa​

    Plantão
    +55 (11) 9 9135-1217

    WN&P Comunicação

    Gabriel Iralla Luccas
    +55 (11) 3394-4830
    Nara Bueno
    +55 (11) 3394-4819
    Itacir Figueiredo
    +55 ​(11) 5095-2660