Gastrite: aprenda a tratar com alimentação e modificação do estilo de vida

Publicado em 14/01/2019

Evitar alimentos irritantes e controlar o estresse são passos importantes do tratamento

Uma das reclamações mais usuais nos consultórios de gastroenterologistas é justamente a gastrite. Comum, a doença se caracteriza por uma inflamação na mucosa do estômago, e os principais sintomas são dor de estômago, azia e sensação de estufamento.

Além dos medicamentos prescritos por um médico, é possível contornar o problema mudando a alimentação e melhorando o estilo de vida. Paula Hertel, nutricionista do Hospital Sírio-Libanês, conta que o caminho está na alimentação natural e no controle do estresse.

 "Recomendo que a pessoa se alimente da forma mais natural possível, evitando alimentos irritantes para o estômago e também observando as suas reações individuais a determinados alimentos", explica.

"O estresse também influencia muito na gastrite, por isso é importante pensar em estratégias para minimizá-lo, como terapia, meditação, acupuntura ou yoga, por exemplo", diz a nutricionista.

Se tem gastrite, evite:

  • Café
  • Chá mate
  • Chocolate
  • Refrigerante
  • Sal em excesso
  • Enlatados
  • Embutidos
  • Bebidas alcoólicas
  • Pimenta-do-reino
  • Leite e derivados
  • Frituras
  • Gorduras em excesso

"O sal em excesso é um potente agressor do estômago, ou seja, alimentos demasiadamente salgados – além de enlatados e embutidos – são contraindicados", explica Paula. As bebidas alcoólicas, segundo a nutricionista, agridem diretamente as células estomacais, aumentando o estresse oxidativo.

A pimenta-do-reino, por sua vez, pode aumentar a secreção ácida no estômago, tendo efeito negativo no tratamento de gastrites e úlceras.

Já o leite pode aliviar temporariamente os sintomas da gastrite, pois reduz a acidez estomacal. Porém, por ser extremamente rico em proteínas, acaba por estimular ainda mais a secreção ácida do estômago, provocando a piora minutos depois da ingestão. Logo, é preciso evitar.

Prefira

De acordo com Paula Hertel, temperos naturais como cúrcuma e alecrim podem ajudar a reduzir a gastrite. "Além disso, os vegetais como couve e repolho e fitoterápicos como aloe vera e espinheira-santa podem ajudar a evitar úlceras", explica.

No entanto, a nutricionista diz que cada organismo é único, e por isso as pessoas podem apresentar reações distintas à ingestão de diferentes alimentos. "A tolerância individual deve ser sempre respeitada", finaliza.

Fonte: Coração&Vida


Assunto(s): Bem-estar; Hospital; Notícias; Saúde
  • ​​​​​​Assessoria de Imprensa​

    Plantão
    +55 (11) 97613-3816

    FSB Comunicação

    Vanessa Rodrigues
    +55 (11) 3394-4830
    Rose Guirro
    +55 (11) 3394-4819
    Gabriela Scheinberg
    +55 (11) 3165-9762
    Max Gonçalves
    +55 (61) 9261-6565