Núcleo de Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial

O Núcleo de Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial atende toda a abrangência da especialidade de cirurgia de doenças da cavidade oral e seus anexos, tais como: traumas do esqueleto facial, deformidades faciais (congênitos ou adquiridos), distúrbios da articulação têmporo mandibular, tumores benignos e cistos dos maxilares, dentes inclusos e patologias associadas a dentes.

Onde estamos:

Rua Dona Adma Jafet, 115 Núcleo de Medicina Avançada Bloco E - 4º andar - Bela Vista - São Paulo

Informações:

Telefone: +55 (11) 3394-5007

Horário de funcionamento:

Das 8h às 19h

As deformidades dento faciais são um grupo de patologias congênitas ou adquiridas que afetam a função normal do complexo maxilo mandibular e oclusão dentária. Os casos mais comuns são relacionados a falta de crescimento mandibular (retrognatismo) ou excesso de crescimento (prognatismo). Os pacientes normalmente apresentam dores em face, estalos ao abrir e fechar a boca, dificuldade de respiração, mastigação, deglutição e fonação além das queixas estéticas que atrapalham o convívio social.

A cirurgia ortognática é a cirurgia que corrige e reposiciona a relação dos maxilares visando uma função adequada da mastigação, respiração, fonação e deglutição, além dos ganhos em harmonia e proporção facial. A cirurgia ortognática está indicada quando a ortodontia não consegue uma correta relação de mordida ou quando a mastigação e respiração erradas afetam a qualidade de vida do paciente.

A disfunção de ATM (DTM) é um desequilíbrio do complexo maxilo-mandibular que esta ligada diretamente ao movimento de abrir e fechar a boca. Normalmente os pacientes se queixam de dores em face, dores de cabeça associados a estalos e zumbidos ao movimentar a mandíbula, limitação e travamento na abertura de boca. Não existe uma causa específica para a DTM. Estresse, bruxismo, apertamento diurno, características anatômicas (deformidades dento faciais) e outras doenças podem estar associados.

Tratamento: O tratamento é complexo com muitas abordagens: desde o tratamento clínico, fisioterápico e medicamentoso para diminuição da dor inicial; até, em casos mais complexos, uma abordagem cirúrgica.

Os traumas faciais abrangem desde fraturas dentárias e dos ossos que os sustentam até grandes fraturas envolvendo todo o complexo facial.

Tratamento: O tratamento inicial multidisciplinar no pronto atendimento hospitalar é imprescindível para um correto diagnóstico e conduta. O cirurgião buco-maxilo-facial faz parte desta equipe dando atenção às fraturas do complexo facial.

O cirurgião bucomaxilofacial trata de patologias benignas que acometem o complexo maxilo facial. Dentre as doenças, existem os tumores benignos, os cistos nos maxilares (associados ou não a dentes inclusos), as manifestações associadas a doenças sistêmicas como AIDS, tuberculose e sífilis, entre outras.

Quando existe perda de dentes e tecido ósseo na cavidade oral e ossos maxilares o cirurgião bucomaxilofacial está apto a realizar a reconstrução do tecido ósseo com enxertos (do próprio paciente ou sintéticos) e posteriormente a instalação de implantes dentários para a reabilitação oral com próteses dentárias