Apresentação

Feridas complexas são aquelas feridas agudas ou crônicas que não cicatrizam em tempo normal, em geral, considerado até 4 semanas. Desde a definição publicada em 2005, os critérios para inclusão são:

  • A ferida tem uma perda de pele extensa.
  • São lesões profundas podendo atingir além da pele, hipoderme, subcutâneo, músculo/osso.
  • O paciente com a ferida tem comorbidades como diabetes, obesidade, desnutrição etc.
  • Presença de infecção local importante.

Para atender essa nova área de conhecimento médico, seu diagnóstico e melhores alternativas atuais de tratamento o Hospital Sírio Libanês criou em 2014 o Núcleo de Feridas Complexas, multidisciplinar, com enfoque de tratamento mais direcionado pela cirurgia plástica, visando sempre o fechamento completo da ferida, sua resolução em tempo menor que o habitual e, se possível com menor custo.

Coordenador:

Prof. Dr. Marcus Castro Ferreira - Cirurgião plástico. CRM (SP): 12.926

Vice-Coordenador:

Dr. Aylton Cheroto Filho - Cirurgião plástico. CRM (SP): 90.756

Equipe médica:

  • Dr. Paulo Tuma Junior;
  • Dr. Alexandre Jin Bok Audi Chang;
  • Dr. Fernando Melhado Tovo.

A parte assistencial é prestada em ambulatório próprio no Núcleo de Medicina Avançada onde o paciente e sua ferida é diagnosticado e encaminhado, seja para tratamento clínico com curativos ou para tratamento cirúrgico pela cirurgia plástica reconstrutiva no Hospital Sírio Libanês.

Tecnologias modernas permitem hoje que uma triagem inicial dos casos de feridas seja feita a distância através da telemedicina separando as feridas complexas das feridas mais simples.

Feridas Complexas

São classificadas atualmente como complexas aquelas que com os critérios abaixo:

  • Lesões por pressão.
  • Feridas em idosos.
  • Feridas em pacientes diabéticos.
  • Feridas nos membros inferiores com hipertensão venosa.
  • Queimaduras e suas sequelas.
  • Feridas agudas traumáticas em especial nos membros.
  • Feridas em pacientes oncológicos ou consequentes a radiação.
  • Feridas de causa inflamatória ou por vasculite.
  • Feridas difíceis em crianças, congênitas ou não.

Importante parte do projeto do núcleo de feridas complexas inclui atividades de educação continuada, realizadas no Instituto de Ensino e Pesquisa através de reuniões mensais com participação do corpo clínico, fóruns e eventos científicos sobre o tema, sempre procurando melhorar a interação entre as diferentes especialidades médicas e enfermagem visando o melhor diagnóstico e conduta mais precoce ao paciente com ferida complexa.