Nefrologia e Diálise

​​​Hemodiálise Noturna

O Centro de Nefrologia e Diálise do Sírio-Libanês foi o primeiro hospital do Brasil a oferecer a hemodiálise noturna longa. Desde que começou a ser realizado no País, em 2011, esse procedimento tem demonstrado os mesmos benefícios que foram observados em vários centros de diálise na Europa e nos Estados Unidos. Na França, essa modalidade dialítica está associada a um aumento na sobrevida dos pacientes que se situa ao redor de 50%.

A hemodiálise noturna ocorre três vezes por semana em períodos de oito horas, das 21h às 5h.

Além de trazer mais conforto, pois pode ser feita durante o sono, a hemodiálise noturna facilita a adaptação do paciente a suas atividades profissionais. O paciente não perde horas durante o dia, quando poderia estar trabalhando, para realizar seu tratamento. Por ser realizada em períodos longos, ela poder ser menos intensa, o que contribui para o controle adequado da pressão arterial, possibilitando, até mesmo, a suspensão total dos medicamentos hipotensores. Pacientes com hipertensão refratária, hipertensão de difícil controle e com disfunção cardíaca são os que mais se beneficiam desse tipo de diálise.

Para pacientes que não se adaptam aos procedimentos diurnos, pacientes com dificuldade de seguir a dieta e que apresentem os níveis de fósforo e potássio sempre altos e pacientes com hipertensão arterial grave a hemodiálise noturna tem sido a mais indicada.

 


Você está visualizando:

Nefrologia e Diálise

Outros conteúdos disponíveis para esta especialidade: