Confira o que os especialistas do Hospital Sírio-Libanês já falaram na imprensa sobre o novo Coronavírus:

SP1/TV GLOBO/SÃO PAULO
Data Veiculação: 05/11/2020 às 12h11

eleições que serão daqui a apenas dez dias no dia quinze de novembro domingo agora é outro biometria foi suspensa claro para evitar contágio e todo mundo vai receber um kit de higienização Tiago crês porém sabe que esse kit foi elaborado por três instituições muito respeitadas aqui no nosso país diga quais são e como é que vai ser esse kit boa tarde e mais uma vez bem-vindo isso traz boa tarde mais uma vez respeitadíssimos hospitais Albert Einstein sírio libanês e também a fundação oswaldo cruz todos devidamente consultados pelo tse só pra contextualizar a tralha juntar um cartório eleitoral aqui da zona leste no bairro de ermelino matarazzo que vai receber mil e cem mesários além de outros cem mil eleitores são cento e sete mil eleitores cadastrados todo por aqui ao todo por aqui e é importante que todos estejam devidamente seguros como você falou a gente vê por aqui por exemplo trezentas e dezenove urnas eletrônicas já devidamente prontas também para receber as informações dos candidatos como estão também devidamente prontos os kits de higiene e sobre eles quem te fala agora na reportagem se liga aí transparência nas eleições começa assim o voto como higiene é o primeiro passo para uma cidade mais saudável fundamental se sentisse seguro na hora de apertar os botões e fazer a escolha né por isso o tribunal regional eleitoral já começou a distribuir que em todos os cartórios do estado são cerca de quatrocentos mil todos doados por trinta empresas privadas o material inclui álcool em gel individual por mesário máscaras descartáveis que devem ser trocadas a cada quatro horas e esse escudo facial também tem álcool por os eleitores que vão usá-lo no momento da assinatura do caderno e depois da saída da urna e álcool líquido para limpar a caneta aliás a recomendação é que cada um leve a sua própria acha que vale dizer a caneta é só pra assinar presença o voto é na urna eletrônica além de sentir-se â nós temos nos locais de votação a marcação para o distanciamento social não será permitida a entrada do eleitor no local de votação sem a máscara além dos itens básicos de segurança sanitária o comportamento de todo mundo contribui para minimizar os riscos da pandemia pequenos detalhes fazem a diferença evita conversa com os mesários por exemplo se tinha com quem deixar as crianças melhor e outra coisa não vai ser permitido comer ou beber nada na fila de espera tudo para evitar que as pessoas tirem as máscaras vencem é comparecer com em grupos nos locais de votação é nós temos um horário reservado aos eleitores idosos das sete às dez da manhã o que não está enquadrado como idoso ele prefira o horário após as dez da manhã todas essas medidas são imprescindíveis para o bom andamento da votação um dos próximos quatro anos da cidade tão em jogo afinal o eleitor não pode simplesmente lavar as mãos merece lava as mãos pensa muito e vai votar reforçando o primeiro turno das eleições quinze de novembro domingo daqui a dois domingos e o segundo dia vinte e nove o último domingo do mês senador José serra do psdb

DIFUNDIR
Data Veiculação: 05/11/2020 às 21h20

Começa nesta terça, dia 20 de outubro, o Fórum Healthcare Business, maior evento brasileiro que reúne executivos das principais instituições de saúde, educação e pesquisa do país para debater gestão, inovação e desafios para a saúde no país. O evento, que está na oitava edição, é organizado pelo empresário ribeirão-pretano Edmilson Jr. Caparelli e terá como tema “O despertar de uma nova Saúde”. O Fórum debaterá os reflexos e desafios da Covid-19 no setor de saúde. A edição 2020 será on-line e com inscrições gratuitas. “Vamos trazer debates sobre a saúde mental dos profissionais de saúde, aceleração da telemedicina, redução dos atendimentos, suprimento e logística, lições pós-COVID-19, entre outros temas pertinentes para o setor”, destaca Edmilson Jr. Caparelli. Fernando Ganem, diretor de Governança Clínica do Hospital Sírio Libanês; Eduardo Menezes, diretor corporativo de suprimentos da Pró-Saúde e presidente do Masterclass de Suprimentos na SAHE 2021; José Cechin, superintendente do Instituto de Estudos de Saúde Suplementar-IESS, e Ricardo Valentim, coordenador do LAIS/UFRN, serão alguns dos palestrantes. A transmissão dos debates e palestras acontece nos dias 20 e 21 de outubro pelo Youtube e pela página da Healthcare Management no Facebook (@revistahcm). As inscrições estão abertas no link https://eventosgm.grupomidia.com/fhcb/#pre-inscricao. Juntamente com o Fórum Healthcare Business, acontece a edição 2020 do prêmio Excelência da Saúde, que homenageia instituições que mais se destacaram no setor da saúde. A cerimônia também será on-line, no dia 22 de outubro. Nesta edição, não haverá categoria e serão relevados não apenas os cases realizados nos últimos 12 meses, mas sim da última década que transformaram o setor da saúde. Programa 20/10 – terça-feira 18h00 - 18h30 Palestra: Os pacientes fugiram! Como sobreviver à redução da receita de instituições de saúde devido à drástica redução de atendimentos por causa da pandemia? Palestrante: Fernando Ganem, diretor de Governança Clínica do Hospital Sírio Libanês 18h30 - 19h00: debate Debatedores: Fernando Torelly (superintendente do HCor), Rodrigo Lopes (CEO do Grupo Leforte e presidente do Masterclass de Gestão Hospitalar na SAHE 2021), Carlos Costa (CEO da Rede Paulo de Tarso de Cuidados Continuados Integrados) Moderador: Leonardo Barberes (secretário-geral da Associação de Hospitais do Estado do Rio de Janeiro, conselheiro fiscal efetivo da Federação Brasileira de Hospitais) 19h00 - 19h30 Palestra: A COVID-19 acelera a telemedicina Palestrante: Chao Wen, do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (HCFMUSP) 19h30 - 20h00: debate Debatedores: Marco Bego (diretor do Inrad HCFMUSP) e Fabio de Carvalho (CIO do Adventista Paraguai) Moderador: Gustavo Kiatake (presidente do SBIS e do Masterclass de Tecnologia na SAHE 2021) 20h00 - 20h30 Palestra: Saúde mental: o desafio da gestão de pessoas frente ao esgotamento de colaboradores Palestrante: Ines Hungerbühler, CPO - Chief Psychology Officer da Vitalk 20h30 - 21h00: debate Debatedores: Lídia Abdalla (CEO do Laboratório Sabin), Petrúcio Sarmento (diretor de Provimntos na Unimed de João Pessoa) e Erika Vrandecic (diretora do Biocor) Moderador: Lauro Miquelin (CEO da L+M) 21/10 - quarta-feira 18h00 - 18h30 Palestra: Os impactos da COVID-19 na cadeia de suprimentos e logística Palestrante: Eduardo Menezes (diretor corporativo de suprimentos da Pró-Saúde e presidente do Masterclass de Suprimentos na SAHE 2021) 18h30 - 19h00: debate Debatedores: Carlos Oyama (senior healthcare advisor), Alessandra Pereira (diretora do Núcleo de Infraestrutura e Logística no HCFMUSP) e e Leonisa Obrusnik (diretora da cadeia de suprimentos no Hospital Alemão Oswaldo Cruz) Moderador: Ricardo Guidi (diretor senior de Operações de Life Sciences & Healthcare na DHL Supply Chain) 19h00 - 19h30 Palestra: Lições pós COVID-19: competência, criatividade e consistência Palestrante: José Cechin (superintendente do Instituto de Estudos de Saúde Suplementar-IESS) 19h30 - 20h00: debate Debatedores: Henrique Salvador (presidente da Rede Mater Dei) e Maurício Sérgio Souza Silva (superintendente da Santa Casa de Montes Claros) Moderador: Denise Eloi (CEO do ICOS) 20h - 20h30 Palestra: O salto quântico para uma nova realidade Palestrante: Ricardo Valentim (coordenador do LAIS/UFRN) 20h30 - 21h: debate Debatedores: Sérgio Rocha (presidente da Abraidi), Wilson Shcolnik (presidente da Abramed) e Franco Pallamolla (presidente da Abimo) Moderador: Lauro Miquelin (CEO da L+M)

NEWS LAB ONLINE/SÃO PAULO
Data Veiculação: 05/11/2020 às 11h55

Mendelics e Hospital Sírio-Libanês disponibilizam protocolo de seu teste de Covid-19 por saliva para laboratórios e pesquisadores de todo o mundo Publicado por Luciene Almeida em 5 de novembro de 2020 Ao publicar metodologia de forma gratuita na plataforma internacional medRxiv, laboratório busca contribuir com a viabilização da testagem em massa Métodos de triagem escaláveis e econômicos são uma ferramenta essencial para controlar a disseminação de SARS-CoV-2. O laboratório brasileiro de genômica Mendelics desenvolveu um teste RT-LAMP baseado na saliva, livre de extração de RNA, que é comparável aos testes atuais de RT-PCR com swab nasofaríngeo, tanto em sensibilidade quanto em especificidade. O método completo foi publicado esta semana em artigo preprint pela plataforma internacional de conteúdo científico medRxiv, vinculada à universidade de Yale, ao Cold Spring Harbor Laboratory (CSHL) e ao British Medical Journal (BMJ). Disponível atualmente para empresas e consumidores finais da região metropolitana de São Paulo, o teste tem o potencial de contribuir para a solução da subnotificação de contágio da população ao ter seu protocolo publicado de forma pública e gratuita. Desde o início da epidemia, a recomendação da Organização Mundial da Saúde (OMS) foi de que a melhor forma de controlar a transmissão seria por meio da testagem em larga escala, que ajudaria a evitar o controle de contactantes e o crescimento exponencial de novos casos. A partir da simples coleta de saliva do paciente, o teste identifica a presença do SARS-CoV-2 por meio de um teste molecular que reconhece o material genético viral. O método leva apenas 1 hora, o que permite liberar os resultados com grande rapidez. Usando uma leitura de 2 etapas de fluorescência e análise da curva de ponto de fusão, o teste é escalonável para mais de 30.000 testes por dia com tempo médio de resposta de menos de 3 horas. O teste foi validado com amostras de 244 pacientes sintomáticos e apresentou sensibilidade de 78,9% (vs. 85,5% para RT-PCR de swabs nasofaríngeos) e especificidade de 100% (vs. 100% para RT-PCR de swabs nasofaríngeos). A técnica inovadora desenvolvida pela Mendelics depende de reagentes comuns e equipamentos já utilizados por grande parte do laboratórios, facilitando sua reprodução em todo o mundo. A disponibilização gratuita do protocolo permite que outros laboratórios se juntem aos esforços para que o número de testes possa chegar a centenas de milhares por dia. “Quanto mais possamos escalar e mais laboratórios possam adotar a nossa tecnologia, mais rápido vamos conseguir retornar com segurança.”, comenta David Schlesinger, CEO da Mendelics e um dos coautores do artigo publicado no medRxiv. Parceria com Hospital Sírio-Libanês Durante o período de desenvolvimento do novo teste, foi realizada extensa comparação laboratorial e validação entre os resultados de RT-PCR, técnica recomendada para o diagnóstico da COVID-19, em parceria com o Hospital Sírio-Libanês. Essa validação mostrou que o teste da Mendelics tem alta sensibilidade para detecção do vírus, equivalente ao RT-PCR, e supera os obstáculos que limitam o escalonamento deste e outros tipos de testes. Como resultado, a capacidade de testagem diária é de 110 mil amostras, sem depender de reagentes de RT-PCR, que também estão em falta no mercado mundial. Para comparação, os sistemas de saúde público e privado do Estado de São Paulo têm feito, juntos, entre 25 e 30 mil análises por dia. Teste de Covid-19 mais barato e seguro Por R$ 169, e sem a necessidade de um pedido médico, ida ao laboratório ou outra locomoção, qualquer pessoa em São Paulo, Santo André, São Bernardo do Campo, São Caetano, Diadema, Osasco e Guarulhos pode adquirir o kit de autocoleta pelo site www.meudna.com e recebê-lo em casa. Assim que fizer a coleta da saliva, o usuário agenda, pelo próprio site, para retirar sua amostra, sem qualquer custo extra. No laboratório, é feita a detecção molecular para identificar se há presença do material genético do vírus. O resultado é disponibilizado online em até 24 horas. Sobre a Mendelics A Mendelics é o primeiro e maior laboratório brasileiro especializado no Sequenciamento de Nova Geração (NGS). Foi criada em 2012, com a missão de tornar o diagnóstico genético rápido, preciso e acessível para todos que precisam. Com a maior estrutura laboratorial de sequenciamento da América Latina, mais de 80.000 amostras genômicas já realizadas, uma equipe de mais 140 colaboradores, com processos técnicos e analíticos pioneiros e com padrão de qualidade internacional, consolidou-se como referência em análises genéticas e único laboratório genômico latino americano a obter as acreditações do CAP (Colégio Americano de Patologistas – #8671464) e INMETRO (NBR/ISO-15189). É reconhecida internacionalmente e premiado pelo MIT pelo desenvolvimento do Abracadabra®, plataforma exclusiva que usa inteligência artificial para tornar as análises genéticas mais precisas e eficientes. Desde sua fundação, segue desenvolvendo produtos inovadores na área da saúde, como o Teste da Bochechinha – capaz de identificar mais de 310 doenças da primeira infância – e o teste #PareCovid, capaz de diagnosticar a Codiv-19 em larga escala e as custos acessíveis. Para mais informações acesse www.mendelics.com Sobre o Sírio-Libanês Ensino e Pesquisa Compartilhar conhecimento faz parte da missão da Sociedade Beneficente de Senhoras Hospital Sírio-Libanês. Uma das portas de atuação para esse trabalho é o Sírio-Libanês Ensino e Pesquisa, que desenvolve projetos inovadores, investigativos e educativos, gerando valor para a sociedade brasileira e fomentando uma melhor prática de assistência à saúde. A área de Ensino e Pesquisa realiza pesquisas em áreas como cirurgia robótica, dor, informática, medicina intensiva, neurociências, nutrição, oncologia molecular, bioengenharia e terapia celular, entre outras. São 13 linhas de pesquisa que geraram, nos últimos cinco anos, mais de 790 publicações em revistas científicas de reputação nacional e internacional. Cerca de 10 mil alunos já passaram por atividades no Ensino e Pesquisa do Sírio-Libanês, que oferece residência médica e multiprofissional, cursos de atualização, especialização, pós-graduação, mestrado e doutorado nas mais diversas áreas, como oncologia, geriatria, saúde mental, cirurgia, farmácia, gestão em saúde, segurança do paciente e cuidados integrativos, entre outras. Para mais informações, acesse: https://iep.hospitalsiriolibanes.org.br/ Com informações de Juliana Antunes – assessora da Mendelics Compartilhar

LABNETWORK/SÃO PAULO
Data Veiculação: 05/11/2020 às 11h21

Ao publicar metodologia de forma gratuita na plataforma internacional medRxiv, laboratório busca contribuir com a viabilização da testagem em massa O laboratório desenvolveu um teste RT-LAMP baseado na saliva, livre de extração de RNA, que é comparável aos testes atuais de RT-PCR com swab nasofaríngeo, tanto em sensibilidade quanto em especificidade Métodos de triagem escaláveis e econômicos são uma ferramenta essencial para controlar a disseminação de SARS-CoV-2. O laboratório brasileiro de genômica Mendelics desenvolveu um teste RT-LAMP baseado na saliva, livre de extração de RNA, que é comparável aos testes atuais de RT-PCR com swab nasofaríngeo, tanto em sensibilidade quanto em especificidade. O método completo foi publicado esta semana em artigo preprint pela plataforma internacional de conteúdo científico medRxiv, vinculada à universidade de Yale, ao Cold Spring Harbor Laboratory (CSHL) e ao British Medical Journal (BMJ). Disponível atualmente para empresas e consumidores finais da região metropolitana de São Paulo, o teste tem o potencial de contribuir para a solução da subnotificação de contágio da população ao ter seu protocolo publicado de forma pública e gratuita. Desde o início da epidemia, a recomendação da Organização Mundial da Saúde (OMS) foi de que a melhor forma de controlar a transmissão seria por meio da testagem em larga escala, que ajudaria a evitar o controle de contactastes e o crescimento exponencial de novos casos. A partir da simples coleta de saliva do paciente, o teste identifica a presença do SARS-CoV-2 por meio de um teste molecular que reconhece o material genético viral. O método leva apenas 1 hora, o que permite liberar os resultados com grande rapidez. Usando uma leitura de duas etapas de fluorescência e análise da curva de ponto de fusão, o teste é escalonável para mais de 30.000 testes por dia com tempo médio de resposta de menos de 3 horas. O teste foi validado com amostras de 244 pacientes sintomáticos e apresentou sensibilidade de 78,9% (vs. 85,5% para RT-PCR de swabs nasofaríngeos) e especificidade de 100% (vs. 100% para RT-PCR de swabs nasofaríngeos). A técnica inovadora desenvolvida pela Mendelics depende de reagentes comuns e equipamentos já utilizados por grande parte do laboratórios, facilitando sua reprodução em todo o mundo. A disponibilização gratuita do protocolo permite que outros laboratórios se juntem aos esforços para que o número de testes possa chegar a centenas de milhares por dia. “Quanto mais possamos escalar e mais laboratórios possam adotar a nossa tecnologia, mais rápido vamos conseguir retornar com segurança.”, comenta David Schlesinger, CEO da Mendelics e um dos coautores do artigo publicado no medRxiv. Parceria com Hospital Sírio-Libanês A capacidade de testagem diária é de 110 mil amostras, sem depender de reagentes de RT-PCR, que também estão em falta no mercado mundial Durante o período de desenvolvimento do novo teste, foi realizada extensa comparação laboratorial e validação entre os resultados de RT-PCR, técnica recomendada para o diagnóstico da Covid-19, em parceria com o Hospital Sírio-Libanês. Essa validação mostrou que o teste da Mendelics tem alta sensibilidade para detecção do vírus, equivalente ao RT-PCR, e supera os obstáculos que limitam o escalonamento deste e outros tipos de testes. Como resultado, a capacidade de testagem diária é de 110 mil amostras, sem depender de reagentes de RT-PCR, que também estão em falta no mercado mundial. Para comparação, os sistemas de saúde público e privado do Estado de São Paulo têm feito, juntos, entre 25 e 30 mil análises por dia. Teste de Covid-19 mais barato e seguro Por R$ 169, e sem a necessidade de um pedido médico, ida ao laboratório ou outra locomoção, qualquer pessoa em São Paulo, Santo André, São Bernardo do Campo, São Caetano, Diadema, Osasco e Guarulhos pode adquirir o kit de autocoleta pelo site e recebê-lo em casa. Assim que fizer a coleta da saliva, o usuário agenda, pelo próprio site, para retirar sua amostra, sem qualquer custo extra. No laboratório, é feita a detecção molecular para identificar se há presença do material genético do vírus. O resultado é disponibilizado online em até 24 horas.

R7.COM/SÃO PAULO
Data Veiculação: 05/11/2020 às 02h54

Eleitores com febre ou que tenham contraído covid-19 a partir do dia 1° de novembro não devem comparecer aos locais de votação, de acordo com recomendação do Plano de Segurança Sanitária das Eleições Municipais de 2020, divulgada pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral). O plano foi desenvolvido em parceria com os hospitais Albert Einstein e Sírio-Libanês, com o objetivo de evitar a disseminação do novo coronavírus. De acordo com o plano, o uso de máscara de proteção durante as sessões é obrigatório, assim como a disponibilização de álcool gel. Os locais de votação não terão medição de temperatura, para evitar aglomerações. O documento também recomenda que os eleitores levem as próprias canetas para assinar o caderno de votação, reduzindo a chance de contaminação. Os locais de votação terão uma hora a mais de funcionamento. As escolas irão abrir às 7h e não às 8h, e serão fechadas às 17h. Não será disponibilizado o sistema de biometria, para evitar a formação de filas. Os mesários foram orientados a não usarem luvas e álcool em gel será disponibilizado para a constante higienização das mãos. Aos que forem orientados a não comparecer no dia da votação, a justificativa do voto pode ser feita pelo aplicativo do TCE (Tribunal de Contas do Estado).